Follow by Email

terça-feira, 7 de junho de 2011

SOU DO LAR!!!!!!!!!!!!

Um dia ao comentar que neste frio, eu e meu filho pequeno dormianos a tarde(já que o outro está na escola),escutei o seguinte,"e´que você não trabalha!".
COMO ASSIM??????sou faxineira, secretaria, psicologa,professora,ambulância e exerço todos estas funções diariamente com orgulho SOU DO LAR!!!!!!!!!
E  quanto a dormir, durmo mesmo!mas a minha casa esta limpa, minha roupa lavada e passada, meus filhos cuidados.......
Não é triste receber este tipo de critica de uma mulher?????????? 

4 comentários:

Josi Passarelli disse...

Oiii Lilian, é um prazer imenso conhecer vc! Brigada pela visita.
Também sou do lar, mas ultimamente minha vida virou de pernas pro ar (graças a Deus). Enfim minha vida profissional dando uma elevada.
Fique a vontade no meu blog, pode fazer perguntas viu. Ele foi desenvolvido para ajudar principalmente mulheres que estão iniciando no mundo da informatica. Mas homens também são bem vindos. Não quero criar um clube da luluzina.rsrsr
Super beijo
jpmulheresnainformatica.blogspot.com

das coisas da déia disse...

Oi Lilian,isso me faz lembrar daquele ditado que diz:_"falar de mim é fácil,difícil é ser eu",eu fico indignada quando alguém falar que ser dona de casa é moleza,te conheci no mosaico da Rê,já estou te seguindo ,bjs e bençãos Déia.

msgteresa disse...

Olá,Lilian!
A delicadeza do teu post nos lembra da nossa difícil condição feminina... Conheço muitas mulheres que trabalham fora de casa,tem uma carreira profissional e por causa disso,muitas são criticadas por acabarem deixando a educação dos filhos nas mãos de empregadas,creches e outros familiares...E quando decidimos trabalharmos em nossas próprias casas e nos dedicarmos integralmente aos nossos filhos,somos também criticadas e erroneamente rotuladas como "mulheres que não trabalham"...Logo "trabalho de casa" que não tem fim e nem férias remuneradas...(Rs...) Em casa se trabalha muito sim e à qualquer hora! Pois é,minha amiga... A verdade dos fatos é que tudo é uma questão pessoal e do casal em decidir como vão alicerçar as suas vidas, e todos têm que respeitar a decisão e o estilo de vida de cada um. Acho que a resposta sobre "qual é o melhor caminho" vai sempre depender dos objetivos de cada família... Cada qual sabe o que é melhor para si e para o seu jeito de viver.
Eu mesma sou bióloga,professora, e trabalhei uns 10 anos antes de ter os meus filhos... Optamos por tê-los após os 30 anos. Depois que o meu primeiro filho nasceu,decidi ficar em casa e acompanhar o crescimento dele... Não queria que ele ficasse sendo criado pela minha mãe ou sogra, e nem deixá-lo numa creche...Graças à Deus,eu e o meu marido nos organizamos e tivemos o privilégio de seguir este meu sonho. Mas como sempre gostei da minha profissão, às vezes sentia falta do meu trabalho e pensava em mais tarde retomá-lo...Mas aí veio o meu segundo menino, e a aventura de ser mãe integral recomeçou! (Rs...) Mas sabe, Lilian, me sinto hoje muito feliz com o meu jeito de viver... Talvez não seja perfeito e nem ideal,mas é aquele que ainda posso e gosto de viver.
E para aquelas pessoas que dizem que uma "dona de casa não trabalha",dou até risadas...E penso que lá no fundo da alma, elas gostariam mesmo é de estar no nosso lugar... Nem que fosse para tirar um gostoso cochilo de tarde... (Rs...)
Adorei te conhecer! Vim pelo mosaico da Rê, e se você quizer me conhecer,eu também estou lá,com o post falando sobre a estória curiosa da nossa casa (acho que é o 237... "Nossa casa")

Meu abraço carinhoso pra ti!
Teresa
(do blog "Se essa lua fosse minha")

Luzia Lira Pedagoga disse...

Tá aqui uma que tem inveja de Dona de casa. Sempre quis ser, mas a falta de dinheiro me colocou na rua pra trabalhar. Hoje sou aposentada em um cargo, fico meio período em casa. Adoro. Um cochilo a tarde é tudo de bom.


Bjos Luzia